PS4
Now Reading
Análise The Evil Within 2
0
Positives

Semelhança com Silent Hill
Ótimos gráficos
Boa jogabilidade

Negatives

História
Chefes

Rating
Our Rating
User Rating
Rate Here
Plot
7.0
7.0
Our Rating
User Rating
You have rated this

Compartilhe com seus amigos!

The Evil Within 2 já pode ser considerado uma franquia de nome, pois o jogo foi feito por ninguém menos que Shinji Mikami, um dos responsáveis pela criação do primeiro Resident Evil. O jogo tem como protagonista o detetive Sebastian, que por sinal é um protagonista bem cativante dentro do seu universo, assim como Nathan Drake em Uncharted, ou Lara Croft em Tomb Raider, o objetivo principal do jogo, é resgatar a sua filha que tinha sido dada como morta no inicio do jogo, mas que depois é descoberto que ela está viva, mas que simplesmente desapareceu, a partir dai começa toda a trama do jogo.

História

Talvez essa seja a parte mais fraca do jogo, pois a história em si, pode ser considerada muito clichê! o jogo todo se resume a apenas um objetivo para Sebastian, resgatar sua filha que está desaparecida, algo que já vimos acontecer em outros jogos, como Silent Hill, por exemplo. Porém mesmo que a história do jogo seja aparentemente simples, pode se tornar complexa para quem não jogou o primeiro jogo, porque muitas coisas são explicadas no primeiro jogo, principalmente nas duas primeiras DLC’s,  The Assignment  e The Consequence, a identidade da detetive Kidman, e a organização para qual ela trabalha, para quem não jogou o primeiro jogo, isso tudo pode ficar com um ponto de interrogação no jogo, claro que nada que um vídeo no youtube não possa explicar, mas o ideal seria jogar o primeiro jogo, para depois jogar o segundo, para assim não ficar perdido com os acontecimentos do jogo.

Chefes

outro ponto que deixou a desejar, foram os chefes do jogo, os chefes do primeiro The Evil Within foram muito mais impactantes do que o segundo, quem não lembra do cabeça de cofre ou da Laura, ou até mesmo do vilão principal Ruvik, no The Evil Within 2 faltou algum chefe que ficasse gravado na memória.

Jogabilidade

A jogabilidade do jogo é bem interessante. De início pode parecer meio lento, mas logo é compreensivo essa questão, pelo fato do protagonista do jogo ser um fumante, pois ao correr nota-se que o personagem fica ofegante o tempo todo, o jogo traz o mesmo sistema de upgrade do primeiro, só que com um detalhe a mais, agora você pode criar a sua munição, coisa que não tinha no primeiro, fora isso não há nenhuma outra novidade em questão de jogabilidade, todo o resto foi mantido do primeiro jogo, o jogo tem pegada de The Last of Us, na parte de stealth, você pode se agachar, e atacar o mostro pelas costas sem que ele te perceba, ou você pode sair para o arrebento e dar tiro em todo mundo, claro que isso fará todos os monstros da região virem atrás de você.

Silent Hill

The evil within 2 tem uma grande semelhança com Silent Hill, até mais que o primeiro jogo, primeiro que você começa em uma cidade alternativa chamada de Union, essa cidade é cheia de criaturas horrendas, uma dessas criaturas é bem familiar com a do jogo Silent Hill, uma enfermeira zumbi com uma faca na mão, que aparece em várias partes do jogo The Evil Within 2, para os fãs mais nostálgico de Silent Hill, isso pode fazer a pessoa gostar do jogo, por trazer todas essas semelhanças. A primeira parte do jogo é um semi mundo aberto, permitindo você explorar toda a cidade de union, atras de arquivos,itens, e também armas que são encontradas em algumas casas no mapa, já a segunda parte é mais linear, não dando muitas opções de exploração.

Gráficos

The Evil Within 2 está bem superior ao primeiro no aspecto gráfico, pelo menos nisso o 2 ficou melhor que o primeiro, os personagens estão melhores visualmente, e a cidade de Union está bem trabalhada, com uma ambientação que deixa o jogo bem ao estilo de survival horror, as cores do jogo são escuras na grande parte do jogo, em poucos momentos você verá um cenário no claro, ou em meio a vegetação, apesar deles existirem no jogo, mas são em poucos momentos.

Veredito

The Evil Within 2 acaba que não sendo superior ao primeiro, deixando muitas coisas a desejar, como a história do jogo por exemplo. O jogo foi feito mais para quem jogou o primeiro, pois não houve nenhuma preocupação no jogo, em dar uma introdução do que aconteceu com o jogo anterior, é altamente aconselhável jogar o primeiro para poder entender o segundo, foram poucas novidades que teve nesse jogo, em relação ao primeiro! podendo deixar o jogo um pouco decepcionante, The Evil Within 2 é bom, mas pelo fato do primeiro ter sido bem melhor em quase todos os aspectos, o segundo jogo pode se tornar decepcionante para alguns.

Compartilhe com seus amigos!

What's your reaction?
QUE F#DA!
75%
Curti!
0%
Meh...
0%
WTF?
0%
Que lixo
0%
Triste
25%
About The Author
Rafatris
Gamer, engenheiro, nerd e viciado em café!

Leave a Response

Plot